PORQUÊ
PORTUGAL

Portugal é um dos 3 países europeus mais propensos a proporcionar um investimento lucrativo nos próximos 10 anos, conforme reportado pela Price Waterhouse Coopers (PWC) y presentado en A Place In The Sun.

“Espanha e Portugal, países vizinhos,
PAÍSES IRMÃOS”.

Montanha Praia
Grande
cidade
Municípios
históricos
Fronteira
portuguesa
Saúde Fazendas Apartamentos Chalés
É muito perto
da Espanha
O custo de vida
é mais baixo
Serviços públicos
eficientes
Segurança
pública
Assistência médica
de qualidade
Boa rede de
transporte
público
Clima semelhante
ao espanhol
Idiomas
semelhantes
Aposentadorias
isentas
de impostos
Lazer
entretenimento
Montanha Praia
Grande
cidade
Municípios
históricos
Fronteira
portuguesa
Saúde Fazendas Apartamentos Chalés
É muito
perto da
Espanha
O custo de
vida é mais
baixo
Serviços
públicos
eficientes
Segurança
pública
Assistência
médica de
qualidade
Boa rede de
transporte
público
Clima
semelhante
ao espanhol
Idiomas
semelhantes
Aposentado
rias isentas
de impostos
Lazer e
entreteni-
mento
Montanha Praia
Grande
cidade
Municípios
históricos
Fronteira
portuguesa
Saúde
Fazendas Apartamentos
Chalés
É muito
perto da
Espanha
O custo
de vida é
mais baixo
Serviços
públicos
eficientes
Segurança
pública
Assistência
médica de
qualidade
Boa rede
de transporte
público
Clima semelhante
ao espanhol
Idiomas
semelhantes
Aposentadorias
isentas de
impostos
Lazer e
entretenimento

Melhore sua economía

Com um mercado em ascensão, a solvência atual do país, o apoio que dão ao capital estrangeiro e uma política fiscal muito atraente, Portugal posiciona-se como um dos países mais rentáveis aos olhos da Espanha, do Reino Unido e da França.

Independentemente das considerações de investimento, você pode sempre esperar obter uma revenda rápida, garantir a renda do aluguel e desfrutar de visitar sua segunda casa em qualquer época do ano. Os benefícios são muito claros.

Protegemos seu patrimônio

Os tratados fiscais entre países suprimiram gradualmente a injusta dupla tributação sobre a mesma renda e o país do residente é frequentemente autorizado a cobrar o imposto. Com base nisso, Portugal decidiu não tributar a renda de outros países.

A lei portuguesa permite que a renda originada fora do país e proveniente do trabalho de autônomos ou profissionais, de imóveis, de juros e dividendos, se beneficie do programa de isenção.

Também não há nenhum tipo de imposto sobre a riqueza, herança ou doação.